Máquina de Anticítera, computador analógico com 2000 anos?

Em 1901, entre a Grécia e Creta, junto à costa da ilha grega de Anticítera, foi encontrada por mergulhadores este artefato, a 43 metros de profundidade junto aos destroços de um barco. A descoberta desta máquina espantou toda a comunidade de investigadores e historiadores do mundo antigo pois não sabiam o que era e para que servia: um astrolábio, um relógio ou outra coisa qualquer? E porquê todas estas dúvidas? Estima-se que a máquina tenha sido construída no século I d.C, uma hipótese plausível é remontar aos tempos de Arquimedes, mas pensava-se, na altura, que alguns dos mecanismos que a compõem só tinham sido inventados no século XVI. O mecanismo é composto por trinta engrenagens de bronze, onde os dentes são triângulos equiláteros, feitas à mão, e dispostas de modo a representar mecanicamente a órbita da Lua e de outros planetas do Sistema Solar. O mostrador-calendário tem em conta o ¼ de dia extra no ano solar. Desde 1950, muitos têm sido os estudos feitos, por cientistas de vários países e áreas, aos mecanismos e objetivos desta máquina, que prevê eclipses com bastante precisão entre outras coisas.
Wikipédia
Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s