Uma manhã diferente … PISARTE na sala dos 2 pimpolhos mais novos!

Com muitas saudades e inspirados no Pinhal das Artes fomos fazer umas atividades com os amiguinhos da escola do pequeno do meio e da mais pequenina.

Começámos pela sala do pequeno (sala dos 4 anos), onde contámos a deliciosa história do Monstro das Festinhas de Carla Antunes (ouvir a história aqui)

E enquanto eles ficaram a pintar um desenho do Monstro das Festinhas nós, pais, fomos preparar o nosso PISARTE.


O PISARTE é um atelier que se realiza em todas as edições do Pinhal das Artes que consiste em, descalças, as crianças terem diferentes sensações ao experimentarem a pisar variadas coisas, normalmente, associadas a cada estações do ano. Como os nossos pequenos adoram participar no PISARTE do Pinhal das Artes que este ano, infelizemente não se realizou, decidimos proporcionar-lhes e aos seus amigos um PISARTE rudimentar à nossa maneira. Pisaram arroz, sal fino, sal grosso, feijão, farinha, gelo e hidrogel (espécie de bolinhas de gelatina), algodão, terra, areia, pedras, folhas secas, folhas verdes, flores secas, placas de Lego, lápis de cor, peças de puzzle e brinquedos macios.

Os mais pequeninos ficaram um pouco desconfiados, 1 ou 2 choraram (bebés com 1 aninho), mas todos experimentaram! O que menos gostaram foi o gelo e as bolinhas de hidrogel que foi o que os mais crescido mais apreciaram. Foi, certamente, uma experiência muito diferentes para eles pois ao contrário dos mais crescidos, não sabiam o que estavam a pisar, uma experiência puramente sensorial!
Já os amigos do pequeno vibraram e no final a pergunta foi “Podemos repetir?” acompanhada da devida justificação “Não sabemos bem o que é que gostámos mais de pisar!” 🙂
E lá repetiram para depois colocarem no pézinho, que lhes demos, o que mais tinham gostado de pisar.
Nem os “crescidos” – as educadoras e a irmã – resisiram a experimentar!
A reter as palavras do pequeno ao pequeno almoço “Estou em pânico! E se chegamos atrasados?” e a caminho da escola, antes de realizarmos a atividade: “Obrigado mãe e pai por irem à minha escola fazer o PISARTE para mim!”, juntando as duas, parece-me que o que ele queria dizer, mas não teve coragem, era “Não sei se isto vai correr bem ou se os meus amigos vão gostar, mas obrigado por tentarem!”
Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s