Estado

“É como um escorrega. Quando acaba o escorrega da vida, começa o escorrega da morte.”

Muito interessante o artigo do Público –  A morte é um escorrega. A visão de crianças, dos 6 aos 11 anos, sobre a morte, a importância dos rituais de despedida, das verdades omitidas, os “processos de compensação” pela perda – ideias utilizadas na peça de teatro – A caminhada dos Elefantes

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s