Uma dica para ajudar os míudos a não perder o fio à meada na Matemática – "Novo Barrinhas"

As dificuldades, sentidas por muita crianças, na disciplina de matemática, são amplamente debatidas e todos, ou quase todos, têm sempre um razão/justificação a apresentar, sendo a mais comum “Eu nunca fui bom, nunca gostei de matemática, o meu filho é como eu!” ou então “O problema são os professores que não sabem explicar!”. 
Gostar de matemática e ter capacidade para aprender matemática e/ou compreender um raciocínio matemática são coisas muito distintas e nada têm a ver com genética, até prova em contrário. 
A principal dificuldade prende-se, no meu entender, com o raciocínio abstracto requerido que, muitas vezes, os alunos não têm bem desenvolvido, o que os leva a não adquirir e/ou compreender noções fundamentais, transformando-se depois numa bola neve pois os conhecimentos estão encadeados e dependentes uns dos outros! 
Os novos programas vêm, em grande escala, contribuir para isto pois introduzem, no meu entender precocemente, noções abstractas cada vez mais cedo, como por exemplo, a noção de fração, de fração equivalente e de soma de frações, temas que começam a ser abordados no 2º ano e antes eram abordados a partir do 5ºano. Decorar não é o segredo, é preciso perceber, para se conseguir aplicar em qualquer situação, e para perceber é necessário concretizar/visualizar. É isto que faz o livro “O Novo Barrinhas” no estudo das frações e na resolução de problemas, concretiza, usando barrinhas e quadradinhos, facilitando, e muito, a resolução de problemas e a interiorização da metodologia (passos) a seguir na sua resolução. É um sistema que ajuda os alunos a representar os dados do problema, a compreender o que é pedido, é um método e uma forma de organizar/sistematizar o pensamento que fica e que se aplica em anos vindouros. Há problemas com frações, no 7º, 8º e 9ºano, que ensino os meus alunos a resolver usando o “barrinhas”, não é mecânico, não é uma receita, é perceber, representar e analisar se temos que multiplicar, dividir, somar ou subtrair. O essencial é aprender a PENSAR e exercitar e estes livros ensinam como fazer ambos. Os livros do Barrinhas, há um para cada ano de escolaridade do  1º ciclo, estão organizados da seguinte forma 3 exercícios resolvidos, passo por passo, e depois tem muitos exercícios para aplicar o método. Recomendo vivamente, sou fã!

 

(o preço de cada livro anda à volta dos 5€ na fnac, wook, bertrand, etc) 

O segredo está entre o 3º/4º ano e o 6ºano evitar que os miúdos percam o fio à meada, porque perdendo, é muito, muito mais difícil recuperá-lo pois não é só a falta de conhecimento mas o próprio aluno achar que nunca conseguirá: “porque nunca percebeu nada e já é assim há muitos anos” e no 7º/8º ano já dão a disciplina como perdida, desistem sem qualquer esforço 😦 !
Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s