Dedicatória(s), recordações/momentos

“Graças a ti, hoje, já chorei de tanto rir e decidi partilhar contigo este momento” foi assim que começou o telefonema de uma amiga de faculdade que não vejo há uns anos. Em arrumações no seu escritório, encontrou perdido, entre cenas e coisas que se amontoam normalmente nesta divisão da casa, um livro, com dedicatória, que lhe ofereci há quase duas dezenas de anos (CREDO!!). Pareceu-lhe um bom motivo para se sentar a descansar, da tarefa hércula, e dedicar-se à leitura do mesmo e… assim passou a tarde, uma bela tarde por sinal! O prodigioso livro ofertado foi “As Leis de Murphy!”. Confessou, entre gargalhadas, “Vou levá-lo para a escola, aplica-se que nem uma luva ao nosso trabalho e assim sempre me divirto com os meus colegas!”

Deixou-me a pensar no valor/papel de uma dedicatória num livro, especialmente quando o encontramos dezenas de anos depois, quando a memória já nos falha e não conseguimos recordar quem nos ofereceu nem porquê … e a importância das palavras a nós dedicadas!

As Leis de Murphy – um livro com muito espírito (um pequeno resumo aqui) e uma boa prenda de Natal, onde, quem sabe, o mais importante, talvez seja dedicatória 🙂

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s