Estado

O McDonald´s e os brinquedos

O McDonald´s é o maior distribuidor de brinquedos mundial, através do seu famoso Happy Meal (criado em 1978). Anualmente, são cerca de 1,5 biliões de brinquedos distribuídos em todo o mundo, representa 20% suas receitas, e, dependendo do brinquedo pode aumentar as vendas até 15%! Parece que já há países a proibir a distribuição gratuitas de brinquedos nas redes de “junk food” com forma de prevenir a obesidade infantil.

Sempre a aprender… com os meus alunos :)!

Anúncios
Estado

Falta de chá

Várias pérolas, nas fichas de autoavaliação de várias disciplinas, de um aluno de secundário, que pouco ou nada faz, tem a mania que o mundo gira à sua volta e tudo e todos conspiram contra si, pois ele nunca erra e raramente tem dúvidas.

Áreas em que sentiu mais dificuldades: Em todas elas, é preciso bastante sapiência para ensinar seres humanos. Não quero aprender!

O que tenciona fazer para melhor: Apesar de sentir que não sou eu que estou mal, talvez faça um dos trabalhos pedidos. Não sei se me apetece.

Críticas ou sugestões: Nada de mais, apenas considero que em alguns casos, a reforma antecipada é necessária! Deve esforçar-se mais para criar mentes brilhantes e deixar-se de piadas.

Nenhum professor lhe agrada, ninguém sai incólume, a não ser o próprio, esse ser superior, uma bofetada de luva branca, uma má educação velada e difícil de (di)gerir, uma falta de chá tremenda! Haja muita paciência  e poder de encaixe, rimo-nos todos um bocado com as farpas que dedicou a todos e a cada um de nós! Qual das frases dedicou à minha pessoa? Conseguem adivinhar? 🙂

Estado

Assustador!

“Não me interessa se o meu filho sabe ler bem ou fazer contas, eu quero é que ele seja feliz!” observação de uma mãe para justificar a sua falta de “empatia” com a professora do seu petiz, rigorosa e ríspida! Já o facto do professor não adotar o método mais adequado, não ser exigente e/ou os seus petizes não terem as aprendizagens elementares bem consolidadas, não os preocupa nada, afinal, a curto prazo os seus petizes parecem felizes, é o que importa. Este tipo de pais minam e proliferam na escola. Curiosamente, ou não, os seus petizes são os que apresentam, frequentemente, um comportamento inadequado, prejudicando tudo e todos, eles e os seus queridos pais. Sem pachorra, para aturar e argumentar com esta malta, na qualidade de mãe, na de professora, não lhes dou hipótese!

Citação

Observação de um bom aluno

Durante a realização de um teste de avaliação, um bom aluno exclama “Bolas, professora, colocou aqui questões que são mesmo para ver se nós estudámos!”. Ao fim de 10 anos de sucesso na escola, é isto que lhe ocorre dizer! Não deixa de ser curioso… mais vale tarde que nunca, ainda assim took him long enough!

Vídeo

Os Robots da Google e a inteligência artificial! Medo???

A Google, e não só, está a apostar forte e feio na inteligência artificial e “nos seus robots”. O vídeo publicado esta semana, pela Boston Dynamics, que pertence à Google, leva-nos a pensar que o Robocop poderá ser uma realidade em breve, basta observar e ler com atenção!

Este vídeo e o em baixo, provocam-me sentimentos contraditórios: a espantosa capacidade de engenho, criatividade e inteligência do ser humano por um lado, e o reverso da medalha, não gostaria de me cruzar com nenhuma destas “criaturas”, o perigo de uma “má utilização/gestão” parece-me óbvio bem como o poder iminente da “criação” suplantar o seu mestre/criador.

Bill Gates e o Stephen Hawking foram apenas alguns, do muitos, que já manifestaram a sua preocupação relativamente ao “uso/desenvolvimento” da Inteligência Artificial e necessidade de existência de uma regulamentação.

“Once humans develop artificial intelligence, it will take off on its own and redesign itself at an ever-increasing rate (…) Humans limited by slow biological evolution cannot compete and will be superseded. (…) AI could be a ‘real danger’ and AI could be the end of humanity.”        Stephen Hawking

Um artigo muito interessante sobre o tema no Washington Post

O Spot, o cão Robot

 

O Spot, o cão Robot, a interagir com um cão verdadeiro!

It makes me wonder … o que o futuro nos reserva!

Estado

Calduços

“Professora, por que é que não pede autorização aos pais para os professores poderem dar calduços aos alunos?” sugestão dada pelo Delegado de Turma, 16 anos, quando lhe perguntei alternativas aos sermões, que parece que os aborrecem, e dos quais se queixam, sobre faltas de atraso, aproveitamento, falta de concentração nas aulas, etc. que recebem dos professores da turma. Giro, giro era ter três câmara a filmar, naquele instante, o miúdo e a seriedade com que ele proferiu a sua sugestão, os Encarregados de Educação, de boca aberta, completamente estupefactos e sem reação, e os professores a sorrirem onde alguém acrescentou “Às vezes, vontade não falta!”. Esta malta é um prato, ri-me com vontade, quem disse que as reuniões não podem ser divertidas?!