Vídeo

Berlindes e uma caixa de música

Uma caixa de música projetada e construída pelo músico sueco Martin Molin, que previu 2 meses para a sua construção e demorou 14, inclui um baixo, um tambor, um metalofone, entre outros instrumentos musicais, dezenas de peças de madeiras elegantemente esculpidas, funis, peças de lego, uma manivela … e 2000 berlindes. Uma verdadeira e pouco convencional obra de arte, programável!

Outros vídeos a explicar com a máquina foi feita

Vídeo

Fungaguinhos

Um ótimo concerto, o dos Fungaguinhos, recordando as letras e as canções infantis de José Barata Moura, com uns belos e originais arranjos musicais. Músicas conhecidas de todos: avós, pais e netos desde ao Fungagá da Bicharada , à Joana come a papa, etc.. Não sei quem apreciou mais o concerto se os miúdos se os graúdos. Músicas intemporais … e é tão bom recordar!

 

Imagem

Bravooo! Concerto de ano novo – Gala de Ópera

Muito bom, com a Orquestra Sinfónica Juvenil, quase, quase que parecia que estávamos em Viena  ;)!

Pequenada portou-se bem e atenta a tamanha diversidade de instrumentos e sons!

Pouco depois do início do concerto, pimpolha mais velha diz “O avô A. deve estar muito contente, ele está sempre a ouvir estas músicas na televisão”. Até que entra “em ação”, e muito bem, a soprano Alexandra Bernardo e pergunta pimpolha mais pequena “Por que é que a aquela senhora está a gritar?”, a explicação ficou a cargo do pai 🙂

 

Audio

Os nossos votos de Feliz Natal

Pimpolha mais velha na liderança, os restantes tentaram acompanhar, não foi fácil como se pode verificar. Ao fim de vários “takes” foi o melhor que conseguimos :)! Fica a intenção, o mais importante :)! Feliz Natal!

Continuar a ler

Vídeo

“Sei que o melhor de mim está p´ra chegar!”

Uma letra fabulosa e uma interpretação fantástica como sempre – Marisa

Hoje a semente que torna na terra
E que se esconde no escuro que encerra
Amanha nascerá uma flor.
Ainda que a esperança da luz seja escassa
A chuva que molha e passa
Vai trazer numa luta amor.
Também eu estou à espera da luz
Deixou-me aqui onde a sombra seduz.
Também eu estou à espera de mim
Algo me diz que a tormenta passará.
REFRÃO:
É preciso perder para depois se ganhar
E mesmo sem ver, acreditar.
É a vida que segue e não espera pela gente
Cada passo que demos em frente
Caminhando sem medo de errar.
Creio que a noite sempre se tornará dia
E o brilho que o sol irradia
Há-de sempre me iluminar.
Quebro as algemas neste meu lamento,
Se renasço a cada momento,
Meu destino na vida é maior.
Também eu vou em busca da luz
Saio daqui onde a sombra seduz.
Também eu estou à espera de mim
Algo me diz que a tormenta passará.
REFRÃO:
É preciso perder para depois se ganhar
E mesmo sem ver, acreditar.
É a vida que segue e não espera pela gente
Cada passo que demos em frente
Caminhando sem medo de errar.
Creio que a noite sempre se tornará dia
E o brilho que o sol irradia
Há-de sempre me iluminar.
Sei que o melhor de mim está pr’a chegar!
Sei que o melhor de mim está por chegar.
Sei que o melhor de mim está pr’a chegar